Microsoft culpa governo por maior vírus da história

A notícia de um ataque inédito envolvendo vírus do tipo ransomware atingiu empresas e governos em cerca de cem países e mexeu com o mundo na última semana.

Microsoft, cujo sistema operacional estava no centro do furacão — pois trata-se de um malware que se aproveita de uma falha no Windows — disse que havia liberado a correção há dois meses e um patch de segurança adicional para Windows XP, Windows 8 e Windows Server 2003 que, embora descontinuados e sem suporte, ainda eram usados por empresas e também governos.

Segundo a Microsoft, as máquinas que utilizam o Windows 10 não foram alvos do último ataque.

No domingo (14), a fabricante do software respondeu aos críticos com um post formal, no blog da empresa, acusando os governos de "estocar" informações sobre vulnerabilidades de segurança.

Fonte: TechTudo

©VirtuaLife 2016
Licença Creative Commons

Que tal nos ajudar?